segunda-feira, julho 07, 2008

1 ano sem jogos

Estou me aproximando agora a um ano sem jogar ... ou quase :-)

Joguei neste ano exatamente:
- Um joguinho de quiz de músicas de filmes e seriados antigos, com a minha esposa.
- Meia partida de paciência, também com a minha esposa.

E, para ser completamente sincero, não senti nem perto da falta que eu achei que sentiria. Quando tomei a decisão de não jogar mais, por pelo menos um ano, achei que iria ficar pensando nisso, tendo calafrios, síndrome de abstinência, etc. Mas estou tão longe disso tudo que dá até gosto.

Cada vez mais acho que com força de vontade suficiente e com o apoio externo, que é imprescindível, tudo é possível. Você pode ir atrás de algum objetivo que parece impossível, pode mudar sua vida, pode fazer o que quiser, basta querer.

A receita para sair de um caminho ruim, sair de um ciclo vicioso destrutivo, ir numa direção boa, é só uma. Acreditar que é possível e seguir nesta direção sem perder a fé. Simples e infalível.

Minha vida sem alienação, sem preocupações, sem culpa e sem mentiras é algo tão bom que não dá para explicar. Corram atrás de uma vida sem vício, e não se arrependerão !!

9 Comentários:

Às agosto 11, 2008 2:53 PM , Anonymous homewoodster disse...

Pois eh, tudo que é demais faz mal, isso todo mundo já sabe. Ser viciado em algo, como em jogos eletronicos, é extremamente "normal" nos dias atuais,assim como somos todos um pouco viciados em algo ligado a tecnologia, como celular e internet,principalmente em sites de relacionamneto.
Ser viciado em jogos eletronicos é viver em um mundo paralelo ao nosso, ser e fazer o que bem entender, uma maneira fácil de fugir da loucura do dia-a-dia, e buscar uma solução para os nossos problemas. Infelizmente muitos encontram todas as soluções nas drogas, outros no alcool, e, como aqui citado, nos jogos. Porém o efeito em ambos é bem similar, posso afirmar isso por que já experimentei a sensação de ter uma vida apenas voltada aos games (e não é nada agradavel),quando por algum motivo, não tinha a minha vontade de jogar saciada, ficava em transe, e tudo na vida não tinha mais sentido. Ainda hoje eu jogo, mas não com tanta frequência com era a um tempo atrás,simplesmente coloquei em mente que aquilo não iria me levar a lugar algum , as pessoas poderiam se afastar de mim, e o tempo iria passar, até que um dia, em um futuro bem próximo,acordasse desse pesadelo,e veria as outras pessoas felizes e realizadas tudo sem a ajuda dos jogos eletrônicos.

 
Às setembro 12, 2008 12:13 PM , Anonymous Jr disse...

É a primeira vez que acesso um site sobre o assunto e não sei mais o que fazer. Espero poder seguir o caminho de vcs, mas está realmente difícil. Ás vezes jogo algo para dar uma relaxada e quando percebo o dia acabou e passei ele todo jogando. Ainda por cima fico irritado com quem me interrompe e não produzo nada, me sentindo um inútil ao final do dia. O tempo passa e cada vez mais sinto minha vida estagnada em razão deste vício. O pior é que minha família acha que não tenho um problema, pensam simplesmente que sou irresponsável ou vagabundo. Mas não posso culpá-los, afinal eu mesmo só estou reconhecendo em mim um vício patológico agora. Aí cacete! Como posso me controlar!? Quando saio de casa não sinto tanta falta, apesar de querer chegar em casa para jogar, se não jogar no dia tudo bem, não tenho crises de abstinência, mas se eu começo a jogar simplesmente não consigo parar e perco horas nisso. Bom, parabéns áqueles que se livraram desse vício e boa sorte para todos. Se alguém puder me aconselhar algo eu agradeço. Meu e-mail é: dfracaro@gmail.com . Obrigado.

 
Às novembro 19, 2008 5:30 PM , Anonymous Nickolas Rodrigues disse...

Olá, cheguei ao seu blog pois minha namorada acha que estou viciado em jogos.

Gostaria que com sua experiência me dissese se sou ou não um viciado.

Tenho 23 anos e jogo desde que me entendo por gente, comecei no Atari, depois mega-Drive, Super Nintendo, Playstation, Dreamcast e agora Nintendo Wii. Porém meu maior vício é o Computador. Costumo jogar todos os finais de semana, de 3 a 4 horas por dia. Nos dias de semana jogo meia hora e olhe lá pois trabalho e faço faculdade.

Meu maior vicio é querer estar "por dentro" de tudo, entro em vários sites, pesquiso sobre vários jogos e baixo os melhores. Tenho 40 jogos baixados pra Wii sendo que joguei de verdade (pra zerar) apenas 03, e no PC tenho vários instalados mas zero somente aqueles que me "prendem". Não curto MMORPG pois já joguei UO e Ragnarok, perdi muito tempo da minha vida "evoluindo" e o servidor resetou e perdi tudo, por isso não jogo mais.

Sinceramente não acho estar viciado, porém creio que preciso de um pouco de auto controle e não baixar tantos jogos assim. Confesso que a sensação de POSSUIR o jogo antes dos outros me satisfaz mais do que terminá-lo.

O que você acha amigo?

Obrigado.

 
Às novembro 20, 2008 11:47 PM , Blogger Cronograma disse...

Puts vc é o cara. Eu Comecei a jogar aos 16 anos, até ai minha vida era otima, perfeita, mas puts depois q comecei a jogar, simplesmente tudo disabou, 4 anos e não consegui parar até hj, não consigo parar, de vez enquanto ainda passo noitada jogando... Mas é triste.
Vc falou q apoio externo é importante, bem, vai ver é isso q te ajudou mesmo, pq minha familia não me ajuda em nada, meu pai me estressa para eu trabalhar, mas não tem coragem de pagar um cursinho pra mim, ai trabalho de ensino médio é dificil...
Pensei em concurso publico como melhor saida, mas os jogos não me deixam estudar, estou num beco sem saida... tenho q parar de jogar, mas não consigo.
Bem, escrevi isso mais como um disabafo, mas se vc tiver alguma dica q te ajudou a superar o vicio, eu iria adorar.
Obrigado.

 
Às agosto 14, 2009 5:31 PM , Anonymous Anônimo disse...

Bem, eu tenho 15 anos, e joguei joguinhos de RPG como Maple Story, Gunbound, Trine, Dofus etc etc. E chegou um ponto, que eu não conseguia prestar atenção em mais nada, eu não saia de casa. A gota dágua foi quando um dia meu lápis caiu no chão, e comecei a ouvir os tique-taques do jogo Gunbound.Até que um dia, eu percebi quanto tempo eu perdi da vida naquilo, mas como a vontade de jogar era grande, procurei me ocupar com outras coisas. Hoje sei tocar piano, faço aulas de desenho, inglês, que são mais saudáveis. E queria dar uma mesma dica que o namorado da minha irmã deu (ele passava em média 3,4 dias no pc), olhar pra trás e ver tudo o que vc perdeu. Me senti fútil em me preocupar mais com o jogo, do que eu ganhei ou perdi da vida. Hoje, eu não sou mais viciado, e pra isso, a dica que eu dou e vc fazer uma balança. Colocar dois pesos do que é bom e do que é ruim. Hoje eu procuro melhorar a mim mesmo, pra um dia melhorar a sociedd talvez =) Muito legal sua história. Impressionado XP

 
Às outubro 02, 2009 1:34 AM , Blogger Lemaun disse...

pessoal vo fala a verdade pra vcs...
hj vi um comentario na tv sobre jogos (VICIO) e vi que me enquadrava nakelas opçoes do viciado
e apartir de agora fiz uma limpa no meu pc.. até agora nao consigo para de pensar ki deletei tudo ...
mais tenhu vontade de parar de jogar estou indo mal na escola e chateando toda minha familia ... nao quero mais isso pra mim chega de jogar ... como vcs ai em cima falaram é so atraso de vida vc pode estar com sua namorada la .. mais nao vc prefere ficar com uma maquina perdendo seo tempo e se viciando cada vez mais
...!
pessoal é so ter força de vontade :D

 
Às outubro 25, 2009 5:06 PM , Blogger Raphael disse...

oi me chamo leandro tenho 9 anos e sou muito viciado até hoje finjia que disligava meu ps2 e falava que ia dormir leavantava de fininho e jogava até 10:00 horas do outo di e recomesava da 13:00 da tarde até 10:00 horas do outro dia até pe gar conjutivite não enchergo de reito por um olho
falow



obs:
jogue no maximo 5 horas

 
Às janeiro 03, 2010 2:16 PM , Anonymous Anônimo disse...

olá a todos, gostaria de saber se o admin do blog ainda está por aqui, pois preciso postar o meu relato e gostaria de saber oque ele pode me aconselhar, se tiver como deixar e-mail pra contato, qualquer coisa, preciso de ajuda.

 
Às agosto 12, 2014 10:45 PM , Blogger Gabreiel vieira cardoso disse...

bahh gente muito obrigado mesmo pensei que este vício de jogos iria me afundar cada vez mais no poço mas quando eu procurei ajuda neste blog senti no meu coração que há solução para a minha vida! a partir de hoje não vou jogar mais vou apagar todos os meus jogos! se voces conseguem eu também consigo! dou meus parabéns para quem fez este blog! nosso voce está ajudando muitas pessoa com as sua postagens!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial